A criatividade está nos traços

A Juliana Pina, de 22 anos, Salvador – BA, relata que desde pequena se considera artista. Para ela, a arte foi uma forma de se expressar para o mundo, fugindo da timidez. Ela já fez teatro, 7 anos de ballet clássico e sempre gostou de desenhar e contar histórias.

19622942_146807392560011_5620229461485027328_n

 

A partir de 2012, ela começou a divulgar seus desenhos, chegando na página Traçando Estúdio Criativo. Desde então, já participou da fanzine nacional feminista Zine XXX e da Revista Farpa, com produções feministas e se aproximando dessa temática.

Atualmente, é formada no Bacharelado Interdisciplinar de Artes, tem seu próprio ateliê em casa e está cada vez mais próxima das artes plásticas. Seus trabalhos envolvem ilustrações, quadrinhos, customizações, encadernação artesanal, etc… Além de oferecer algumas oficinas diversas de criação, como colagens e cerâmica. Muito multifuncional, né?

22709491_2021604168068944_8310883531622449152_n

A Ju utiliza muito da auto inspiração em seus trabalhos, colocando um pouco de si e deus sentimentos, trazendo a sutileza e procurando se aproximar das pessoas. As mulheres são seu público principal e a forma que ela se comunica diz muito sobre elas.

30591713_2031292643757647_6223358765240942592_n

Ainda, traz a pauta da sustentabilidade em suas obras, reutilizando materiais que iriam para o lixo, como madeiras, plásticos, embalagens, garrafas, etc. Seu material favorito é: a POSCA! Podendo aplicá-la em quase todos os trabalhos, descobrindo novas perspectivas e enxergando potencialidades em todos os tipos de objetos.

Para acompanhá-la, acesse o Instagram e o Facebook.