ZINE

18 de julho de 2019 ARTISTA EM DESTAQUE

Coisa de vô

Com uma brincadeira de criança, Bruno Baldi iniciou sua vida ao lado da arte. Rabiscando as paredes do quarto, ainda menino já demonstrava o seu apreço pela área.

Ele nasceu em Jundiaí, mas sua família sempre esteve em Ubatuba, onde ele passava a maior parte do tempo. Desfrutando da companhia do avô, Bruno descobriu a intimidade com a arte ainda pequeno. O avô, que pintava e esculpia e madeira, foi o maior exemplo que ele teve para começar a desenhar.

Bruno tinha apenas três POSCA: vermelha, azul clara e preta. Foram as três cores que bastaram para o bicho pegar: aos 16 anos, ele resolveu desenhar em uma prancha e, desde então, nunca mais parou. Até hoje os três tons são os que predominam em seus trabalhos.

Com o tempo, ele foi desenvolvendo a sua técnica até que um dia, por incentivo de um amigo, resolveu investir em telas também.

Bruno começou a fazer sucesso. O que começou como uma brincadeira e diversão, evoluiu para uma maneira de ganhar dinheiro. Para ele, a melhor coisa foi poder levar adiante algo que ele havia herdado do avô, que não pinta mais, mas adora ver as criações do neto.

O paulista voou além e não parou na caneta. Com o tempo, após muito incentivo dos amigos, ele resolveu se arriscar no ramo de tatuagem também. Hoje, ele atua há cinco anos como tatuador. Para saber mais sobre o artista, acesse: instagram.com/baldibruno.33.