ZINE

21 de agosto de 2018 ARTISTA EM DESTAQUE

Cores, linhas e folhagens

Ressignificação do espaço. Essa é a função da arte para a vitoriense Áyla Rovêda, de 23 anos.

Arquiteta e urbanista por formação, artista por vocação. A relação de Áyla com a área teve o seu início na infância. Filha de artista plástica, ela cresceu com a figura materna dedicando-se à arte.

posca-blog-ayla-roveda-03

O empurrão para se aventurar pelas artes também veio dos seus pais que, no seu aniversário, a presentearam com algumas canetas POSCA. Depois que ela se descobriu capaz de transferir a sua arte do papel para a parede e percebeu que era uma experiência transcendente, o mundo adquiriu um novo significado para a arquiteta.

posca-blog-ayla-roveda-02

Áyla gosta de definir o seu estilo com o uso de muitas cores, linhas e folhagens, encara o seu trabalho como um instrumento de ressignificação do espaço e uma das suas maiores felicidades e ver arte espalhada por aí.

Atualmente, ela aproveita o tempo para se aprofundar nos estudos de design gráfico e estamparia, afim de descobrir novas possibilidades. Para saber mais sobre o trabalho de Áyla, acesse: https://www.instagram.com/aylaroveda/?hl=pt-br

posca-blog-ayla-roveda-01