Do nanquim PB para as cores da POSCA

De caderno em caderno, experimentações e tentativas, a Martha Zimbarg expressou cada sentimento na arte mesmo sem estudar teorias ou estilos.

martha3

Com presença constante na vida dela, os desenhos nasciam em blocos de nota, papeis perdidos ou cadernos da escola de forma empírica, como uma grande viagem da mente para a liberdade.

martha1

Primeiro vieram os desenhos em nanquim, trabalhando sombras e luzes com preto e branco. Depois, as cores na aquarela começaram a tomar forma, mas a tinta acrílica foi o material que ela realmente se apaixonou.

martha4

E a gente sabe que quando a veia artística toma conta, não existe mais lugar nem hora pra pintar, não é mesmo? Por isso, a Martha começou a expandir as artes para as paredes e telas. E sabe o que ela utilizou pra soltar a imaginação? As POSCA, claro!

martha2

E agora as canetas são suas melhores amigas <3 Quer ver mais artes da Martha? Entre nas páginas e siga-a!

Facebook: http://www.facebook.com/mzimbarg
Instagram: http://www.instagram.com/mzimbarg/