ZINE

15 de março de 2019 ARTISTA EM DESTAQUE

Entre o trabalho e o talento

Aos dez anos ele já investia em esculturas de biscuit, aos doze se aventurou no grafitti e hoje, com 29 anos, Zao Martins é uma das maiores referências do Custom Lettering e Sticker Tattoo no Pará.

Ele não veio para brincadeiras. Com apenas 15 anos foi tatuado por um amigo com uma máquina artesanal. A partir daí, com essa mesma máquina feita de alumínio e motor de DVD, ele passou a tatuar os amigos mais próximos.

Não foi fácil ingressar no campo dos tatuadores. “Procurei muitos profissionais para me ensinarem, mas fui rejeitado” lembra. Sem apoio, ele buscou aprendizado em revistas e tatuava de maneira autônoma. Como o esperado, ele errou muito, mas nada que o fizesse desistir do sonho de se tornar um nome respeitado na área. Cinco anos se passaram e ele montou o próprio estúdio em casa, em Belém do Pará, onde continuou o seu aperfeiçoamento.

Há três anos ele conheceu Saulo Figueiras, organizador do Tattoo Day, evento de tatuagem anual e dono do estúdio La Boutique Tattoo, no qual Zao trabalha atualmente como tatuador sênior.

E as habilidades vão além dos traços: o artista divide o tempo com outras paixões – a filha, o break, grafitti, escultura e o grupo Universal Zulu Nation.

Ele ainda deseja participar de outras convenções de tatuagem e mostrar o seu trabalho para o Brasil e mundo. Ainda na mira do artista, Zao ambiciona montar uma escola para tatuadores iniciantes se tornarem bons profissionais, para ninguém passar pelo que ele passou.

Para quem tá começando na área, Zao aconselha: “Se esforce bastante porque você pode ser o que você quiser, bastar ir atrás. Não ligue para o que os outros vão falar, o trabalho duro supera o talento! Sempre ajudei os outros tatuadores que estão começando. O preconceito começa quando você acha que só você merece o melhor!”.

Para saber mais sobre o artista, acesse: instagram.com/zaomartins