ZINE

7 de dezembro de 2018 ARTISTA EM DESTAQUE

Somos as histórias que vivemos

Pai coruja de duas meninas, o paulistano Pitt está na área criativa há mais de quinze anos e acredita que a arte é a forma mais direta de conhecer a si mesmo. O que começou no desenho para manuais de manutenção de aviões, hoje é a sobrevivência dele.

 Pitt morava em São José dos Campos quando resolveu abandonar o posto de desenho de manuais de manutenção para aviões e voltar para São Paulo para viver o seu sonho: sobreviver da sua criatividade. Ele passou por uma empresa de camisetas promocionais e outra de bolsas promocionais até conseguir chegar ao projeto CONOSCO do cenógrafo Roni Hirsch. Foi aí que o mundo da criatividade se abriu pra ele. Ilustração, pesquisa, referências, processos de trabalho, uma verdadeira bagagem que ele carrega até hoje.

Quando saiu de lá, Pitt foi para uma importadora home/decor que estava começando o seu projeto de licenciamento. Mais uma vez, ele recebeu uma enxurrada de aprendizado. Ficou durante oito anos frente a esse projeto de licenciamento, trabalhando para marcas famosas. Hoje ele se orgulha de sua bagagem profissional.

Para ele, todo o trabalho autoral tem um olhar diferente: tudo é mais intenso e verdadeiro, é feito de experiências e aprendizados “Por isso acho importante dividir tudo que aprendo, afinal, somos somente as histórias que vivemos”. Foi com essa filosofia que ele resolveu abrir o “Studiopitt”, que leva o seu próprio nome propositalmente, como maneira de compartilhar todo conhecimento já adquirido. Para saber mais sobre o artista, acesse o Instagram.